Skip to content

Abuso à cultura.

16 de outubro de 2010
by

O jornal Correio Popular publicou, em agosto, uma matéria que tratava da intenção do dr. Hélio – nosso prefeito – de transferir o MIS (Musei da Imagem e do Som) do Palácio dos Azulejos (prédio histórico e tombado) para a Estação Cultura. O objetivo seria o de transformar o Palácio em mais um espaço do poder executivo.

Sem delongas, isto é obviamente um abuso à cultura. Um dos poucos prédios campineiros cuja importância histórica é tamanha não pode e não deve abrigar outra coisa a não ser cultura. E cultura livre. Cultura aberta à população, à interação.

É claro que a Estação Cultura poderia abrigar o MIS. Mas é injusto tratar uma instituição dedicada à arte como qualquer coisa destituída de vontade própria e que arruma suas malas e simplesmente sai quando mandam, quando (não) precisam. Durante grande parte do século passado, fizeram o mesmo com o MAM-SP , que mudou de espaço inúmeras vezes e que teve, inclusive, seu acervo “doado”. Demorou, mas São Paulo finalmente reconheceu a importância do museu para a população e, atualmente, o MAM luta para ampliar suas instalações, mas não precisa mais se debater para ficar onde está. Sigamos o exemplo.

Abaixo, segue carta aberta do MIS à população pedindo que reflitam e que assinem a petição contra tal atitude.

CARTA À POPULAÇÃO

“PELA PERMANÊNCIA DO MIS NO PALÁCIO DOS AZULEJOS

A comunidade artística e a população de Campinas e região foram pegas de surpresa pela matéria do Correio Popular publicada no dia 05/08/2010 (“Palácio dos Azulejos: Hélio retoma o projeto de Toninho”), onde se diz que o Museu da Imagem e do Som (MIS) será transferido do Palácio dos Azulejos para a Estação Cultura, transformando o Palácio em sala de recepções do poder executivo.

Ora, não é aceitável que o MIS, que se encontra há 14 anos nesse prédio público (com garantia legal de permanência definitiva, por meio do decreto nº 14.844/2004), seja removido desse espaço sem uma explicação mais coerente. Na matéria do jornal é apontado que seria uma retomada do projeto do ex-prefeito Toninho. Isto não é verdade. O projeto original de revitalização do então prefeito mantinha o MIS no palácio e destinava uma sala para uso do poder executivo.

Ao contrário do que diz a matéria, o MIS se empenha em cumprir o papel cultural de dar visibilidade ao Palácio dos Azulejos, pois abre suas portas para as mais variadas atividades culturais, artísticas e educativas, em sua grande maioria, gratuitas. Em contato vivo com a população, o MIS é um dos pouquíssimos espaços de Campinas onde há intervenção popular direta em sua programação e funcionamento. Só para ter uma idéia, a média de visitação e participação no Museu é de 1.500 pessoas por mês.

O Palácio dos Azulejos, tombado pelo IPHAN, CONDEPHATT e CONDEPACC, é um dos poucos patrimônios históricos utilizados pela população, graças ao trabalho do MIS. Este prédio tem oferecido a localização e a infra-estrutura necessária para que suas atividades se realizem, mesmo sem o apoio financeiro suficiente do poder público. Restringir o uso do Palácio para fins de reuniões do poder executivo é minimizar seu potencial sócio-cultural para a cidade de Campinas.

Defendemos, assim, a permanência do MIS no Palácio dos Azulejos, reivindicando também o reconhecimento deste espaço por parte do poder executivo como fundamental para a preservação da memória e produção cultural campineira. Neste sentido, fazemos coro com as reivindicações que exigem uma real política cultural para a cidade de Campinas. Para a defesa e permanência do MIS no Palácio, chamamos a população a participar das ações que já estão ocorrendo.”

Para assinar a petição online, clique aqui.

Tks, Café In Sônia.

One Comment leave one →
  1. Dea permalink
    20 de outubro de 2010 12:48

    já assinei!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: